terça-feira, 13 de outubro de 2009

Big Brother - O original


Em Portugal quando se ouve falar em Big Brother vem-nos logo á mente o Marco a dar um pontapé na cara da outra, o Telmo a contar os seus eventos militares contra os acaros ou até mesmo aventuras debaixo dos lençois. (Não me peçam para especificar porque nunca prestei muita atenção ao programa e tenho coisas mais importantes para me lembrar do que isso).
Mas o Big Brother original, que foi relegado para um segundo plano na mente das pessoas, continua vivo e de boa saude. (Para mal da sociedade).

Afinal o que é o Big Brother?
Se ainda não perceberam que não estou a falar do programa de televisão talvez queiram parar de ler e visitar este site.



O Big Brother seria hipotéticamente um personagem do conto "1984" de George Orwell. Um enigmatico ditador num regime totalitário onde toda a gente está sob vigilancia 24 horas por dia (e as vezes á noite).
A parte que não contaram é que esse Big Brother foi apenas o relato de uma semente que tem vindo a crescer a olhos vistos e que em breve atingirá a sua plenitude.
Desde satelites secretos que orbitam a terra, aos telemóveis que permitem que as pessoas estejam contactaveis a qualquer altura (contactaveis=detectáveis), aos chips implantados nos animais, aos sistemas de GPS, ás camaras de segurança estamos em constante vigilancia. Por enquanto as nossas casas vão escapando mas com sistemas de alarme e webcams... já não digo nada.


Acerca deste assunto recebi por mail um texto que é quase profético no que diz respeito à ligação practicamente umbilical entre o Big Brother e o novo Cartão do Cidadão.

Não sei quem o escreveu mas quem o fez fê-lo bem.

Para quem vai aderir ao Cartão Cidadão ou já aderiu:

Assim vai ser o nosso futuro!!!

Cruzamento de dados em 2019:

- Telefonista: Pizza Hut, boa noite!
- Cliente: Boa noite, quero encomendar Pizzas...
- Telefonista: Pode-me dar o seu NIN?
- Cliente: Sim, o meu Número de Identificação Nacional é o 61021993 8456 5463 2107.
- Telefonista: Obrigada, Sr. Lacerda. O seu endereço é na Avenida Pais de Barros, 19, Apartamento 11, e o número do seu telefone é o 215494236, certo? O telefone do seu escritório na Liberty Seguros, é o 2157452 30 e o seu telemóvel é o 96 266 25 66, correcto?
- Cliente: Como é que conseguiu todas essas informações?
- Telefonista: Porque estamos ligados em rede ao Grande Sistema Central.
- Cliente: Ah, sim, é verdade! Quero encomendar duas Pizzas: uma Quatro Queijos e outra Calabresa...
- Telefonista: Talvez não seja boa ideia...
- Cliente: O quê...?
- Telefonista: Consta na sua ficha médica que o senhor sofre de hipertensão e tem a taxa de colesterol muito alta. Além disso, o seu seguro de vida proíbe categoricamente escolhas perigosas para a saúde.
- Cliente: Claro! Tem razão! O que é que sugere?
- Telefonista: Por que é que não experimenta a nossa Pizza Superlight, com Tofu e Rabanetes? O senhor vai adorar!
- Cliente: Como é que sabe que vou adorar?
- Telefonista: O senhor consultou a página 'Receitas Gulosas com Soja' da Biblioteca Municipal, no dia 15 de Janeiro, às 14:27 e permaneceu ligado à rede durante 39 minutos. Daí a minha sugestão...
- Cliente: Ok, está bem! Mande-me então duas Pizzas tamanho familiar!
- Telefonista: É a escolha certa para o senhor, a sua esposa e os vossos quatro filhos, pode ter a certeza.
- Cliente: Quanto é?
- Telefonista: São 49,99 euros.
- Cliente: Quer o número do meu Cartão de Crédito?
- Telefonista: Lamento, mas o senhor vai ter que pagar em dinheiro.O limite do seu Cartão de Crédito foi ultrapassado.
- Cliente: Tudo bem. Posso ir ao Multibanco levantar dinheiro antes que chegue a Pizza.
- Telefonista: Duvido que consiga. A sua Conta de Depósito à Ordem está com o saldo negativo.
- Cliente: Meta-se na sua vida! Mande-me as Pizzas que eu arranjo o dinheiro. Quando é que entregam?
- Telefonista: Estamos um pouco atrasados. Serão entregues em 45 minutos.
Se estiver com muita pressa pode vir buscá-las, se bem que transportar duas Pizzas na moto, não é lá muito aconselhável. Além de ser perigoso...
- Cliente: Mas que história é essa? Como é que sabe que eu vou de moto?
- Telefonista: Peço desculpa, mas reparei aqui que não pagou as últimas prestações do carro e ele foi penhorado. Mas a sua moto está paga e então, pensei que fosse utilizá-la.
- Cliente: Foooddddddd.......!!!!!!!!!
- Telefonista: Gostaria de pedir-lhe para não ser mal educado... Não se esqueça de que já foi condenado em Julho de 2006 por desacato em público a um Agente da Autoridade.
- Cliente: (Silêncio).
- Telefonista: Mais alguma coisa?
- Cliente: Não. É só isso... Não. Espere... Não se esqueça dos 2 litros de Coca-Cola que constam na promoção.
- Telefonista: O regulamento da nossa promoção, conforme citado no artigo 095423/12, proíbe a venda de bebidas com açúcar a pessoas diabéticas...
- Cliente: Aaaaaaaahhhhhhhh!!!!!!!!!!! Vou atirar-me pela janela!!!!!
- Telefonista: E torcer um pé? O senhor mora no rés-do-chão...!

 
A conclusão que podemos tirar é que o Big Brother está mais proximo do que pensamos.
Talvez estejam a olhar para ti agora mesmo.
Tens as cuecas lavadas?
Há quanto tempo não tomas banho?

Só quero que saibas que sei o que fazes na casa de banho quando não está ninguem em casa e que não é vergonha nenhuma. És apenas tu a descobrir-te a ti proprio e é natural.
(Não sei o que é que estão a pensar mas o que me refiro é a passar 2 horas em frente do espelho a fazer caretas)

1 comentário:

  1. Outro grande livro, o 1984. Se não leste, lê. Vale bem a pena.

    ResponderEliminar